+351 914 567 853

6 dicas para fazer o controlo do stock de material de construção da forma correcta

|
Veja também
Manual de medição de obras: o que saber para tornar este processo mais eficiente

Um estaleiro de construção é sempre um empreendimento longo e complexo que envolve muitos factores: custos, empregados, exigências dos clientes, e espaços em constante mudança. Além disso, muitos percalços podem surgir ao longo do caminho. Por este motivo, é indispensável manter um controlo correcto dos stocks de material para realizar este trabalho. 

Para além do óbvio, tendo todos os produtos e materiais para realizar o trabalho, um controlo cuidadoso dos stocks evita perdas financeiras e de tempo para os construtores entregarem o trabalho ao cliente. Para isso, algumas dicas podem orientar a equipa envolvida na construção ou projecto – mantendo os materiais organizados para que o stock não seja perdido de vista.

controle de estoque

Stock de material no local

Cada estaleiro de construção precisa de um stock de materiais, isto é quase inevitável. Um pequeno armazém com todos os materiais que serão utilizados no projecto específico acelera a construção, ajuda a ter uma visão inicial de qual será o custo investido em materiais e equipamento, e garante que qualquer necessidade de emergência que os construtores possam ter, existe o material necessário para os satisfazer. 

No entanto, manter um registo do stock destes materiais pode ser muitas vezes um desafio num processo que envolve diferentes pessoas.

Como fazer o controlo do stock de material de construção?

Face à complexidade de organizar um stock de materiais de construção ou de renovação, algumas dicas práticas podem ajudar o administrador do local, ou mesmo o cliente, a objectivar a forma como este equipamento será organizado, gerido e, portanto, manter o seu controlo.

Algumas destas dicas envolvem folhas de cálculo e tabelas, que, com a ajuda da tecnologia, facilitam o processo de escrita de dados e valores, evitando que os empregados escrevam em pedaços de papel que possam ser perdidos. Mas vale a pena lembrar que hoje em dia existem várias aplicações que podem ser grandes aliados neste controlo.

Organização do espaço

A organização do ambiente onde o trabalho terá lugar é o primeiro passo para manter o controlo do material que será utilizado. É necessário colocar o stock em locais estratégicos para evitar que o fluxo de pessoas que trabalham no local seja perturbado por equipamento fora do local, que algo seja danificado, ou que uma pessoa seja ferida por algum material deslocado. 

Além disso, um espaço bem organizado torna fácil detectar e encontrar uma solução rápida para o caso de algo desaparecer.

Não movimentar materiais

Os materiais e equipamentos atribuídos a cada trabalho não devem ser deslocados ou movimentados entre espaços diferentes. Isto abre o caminho para que estes dispositivos desapareçam, e ninguém na equipa sabe exactamente onde eles possam estar.

Controlo de dados

Manter um controlo de dados destes materiais é talvez a dica mais importante de todas as mencionadas acima. É essencial que toda a quantidade de materiais e equipamentos seja anotada de uma forma muito bem explicada. Uma tabela Excel pode ser o seu melhor amigo neste momento.

Com um controlo rigoroso de cada tipo de material, a quantidade, e onde estão localizados, é mais fácil compreender o que o local já tem, o que ainda precisa de ser comprado, e, assim, comparar constantemente os stocks para que estejam sempre na quantidade exacta.

Controlo financeiro 

Outro controlo importante a ter em mente é o financeiro, é claro. Organizar e anotar o fluxo financeiro dos stocks de materiais de construção é um dos processos que torna mais fácil para o gestor de renovação. Quanto custa cada material? Há custos de frete a serem pagos? Quais seriam os danos se o equipamento fosse perdido? 

Estas são perguntas relevantes, e outra folha de cálculo com as respostas pode ser o grande aliado dos responsáveis financeiros pela obra. A propósito, isto também ajuda no orçamento completo do projecto, evitando o aparecimento de necessidades financeiras que não estavam na conta inicial.

Entrada e saída

Ainda sob controlo, a entrada e saída do stock deve ser anotada com a maior precisão possível. Esta é uma informação crucial para os administradores estarem cientes do fluxo de entrada e saída de materiais, e assim certificarem-se de que as entregas foram feitas na quantidade exacta e que nada foi perdido no frete, por exemplo. 

Além disso, o fluxo de entrada e saída ajuda a prever as necessidades futuras de materiais que este e outros locais de construção podem exigir.

Custo-benefício

Esta dica é mais um incentivo para manter o controlo em ordem do que uma dica real. O custo-benefício de ter uma pessoa responsável pelos stocks vale bem a pena, porque muito dinheiro é gasto desnecessariamente em materiais que foram perdidos e precisam de ser substituídos.

controle de estoque

Conclusão

Com as dicas deste artigo, o processo de organização dos materiais para o seu projecto de construção ou remodelação tornar-se-á mais claro. Lembre-se também de ter pessoas de confiança para realizar este trabalho com uma boa equipa e manter uma comunicação constante e aberta com o cliente – estes dois factores tornarão todo o projecto ainda mais fácil porque impedem que se cometam erros devido à falta de comunicação ou de materiais em falta.

Blog Moss N Art
Artigos recentes
Receba novidades