+351 914 567 853

6 programas de arquitetura gratuitos que todos os arquitetos devem ter

|
Checklist para Arquitetura CorporativaChecklist para Arquitetura Corporativa
Checklist: O que considerar em projetos de arquitetura corporativa

Utilizar um programa de arquitetura muitas vezes significa mesmo uma melhor apresentação do projeto ao cliente. Plantas, desenhos, vistas e planeamentos esboçados podem parecer confusos para pessoas fora da área.

Por isso, investir em utensílios que colaboram para proporcionar maior realidade ao trabalho, é um auxílio na hora de convencer aquele possível consumidor. Além, claro, de contribuir em todo o processo criativo e facilitar as atividades realizadas pelo arquiteto e toda a sua equipa.

Outro ponto importante na profissão é estar sempre atualizado em relação a novas ferramentas disponíveis e como diferentes programações podem favorecer os serviços oferecidos.

Atualmente, a quantidade de programas está cada vez mais extensa e direcionada a diversas necessidades dependendo de fatores, como o custo de implantação, interoperabilidade e tempo de resposta. Inclusivamente, hoje em dia, um arquiteto não se consegue valer apenas de uma opção para desenvolver ou apresentar os seus projetos.

Por isso, nesta lista reunimos alternativas que todo o profissional da área deve conhecer e quais as que mais se encaixam no seu fluxo de trabalho.

Checklist para Arquitetura Corporativa

Vantagens de usar programas de arquitetura

Com tantas possibilidades, o arquiteto pode ter a sua criatividade estimulada e ter ainda mais segurança ao optar por certas inovações no projeto – assim como maior controlo ao longo de todo o processo.

Conforme já mencionado, através desses modelos é possível verificar medidas e construir um aspeto visual mais elevado e real de tudo o que será projetado antes mesmo de iniciar a obra.

Programas de arquitetura gratuitos 

Muitos programas exigem uma assinatura mensal ou anual para disponibilizar as suas ferramentas, mas sabemos que nem sempre esse investimento é viável e, por isso, recorrer às opções gratuitas também é uma ótima opção para o seu trabalho. Inclusive, não significa que por não cobrarem uma taxa, sejam inferiores aos demais.

Em geral, são apenas um pouco mais limitados em questões de serviços oferecidos. 

Como soluções temporárias funcionam bem e, à medida que o profissional se for adaptando e considerar aumentar o orçamento, a utilização de programas pagos fornecerá um maior número de elementos a serem usufruídos. 

Algumas empresas de serviços por assinatura oferecem possibilidades semelhantes gratuitamente, como é o caso do modelo grátis Autodesk, que é do mesmo fabricante do AutoCad. Aliás, este é um dos mais conhecidos do mercado dedicado a estudantes e recém-formados. Confira mais seis alternativas que qualquer arquiteto pode assinar livre de pagamentos e começar a trabalhar imediatamente.

Autodesk Homestyler

Apresenta ótimas ferramentas para começar um projeto totalmente do zero. No Autodesk Homestyler, além de plantas, o profissional consegue decorar com opções de objetos da plataforma ou carregar elementos do seu próprio computador.

O programa oferece uma galeria de designs, possibilidades de colagem de ambientes e também permite fazer download de elementos e incluí-los no projeto. Além disso, é integrado nas redes sociais e ainda cria um site para o usuário exibir e divulgar o projeto feito online – que pode ser construído em 3D e estar disponível para ser aberto em qualquer computador com ligação à internet.

3Dream

O 3Dream também é dedicado ao desenvolvimento de plantas baixas e ambientes com decoração completa. O programa proporciona uma ótima paleta de cores e um motor de busca – disponível em inglês – para encontrar objetos e inserir nas divisões desejadas. Além dessas ofertas, apresenta renderização em 3D, fotos dos ambientes e transformação em arquivo. 

Existem duas versões do programa, a gratuita permite criar dois projetos, dez cenas, 25 fotos e a disponibilização de apenas 10% do catálogo de imagens e elementos. 

Roomle

O Roomle é um dos modelos mais práticos e fáceis de usar. Além disso, o programa tem a fama de ser um dos mais completos de arquitetura gratuito. Nele, o usuário pode criar e modelar plantas, inserir objetos e posicioná-los na interface.

O lado negativo, porém, é que não existe muitas variações de objetos, em geral há uma opção de sofá, uma de candeeiro… E assim por diante. Agora se o objetivo for melhorar a habilidade do desenho, a função está a ser cumprida. 

Uma de suas possibilidades também é guardar as plantas e editar o projeto em qualquer outro computador. A criação pode ainda ser visualizada em 3D com a instalação de Plug-in específico.

IKEA Home Planner

O IKEA Home Planner apresenta uma estrutura avançada e recursos de detalhe que fazem a diferença. O programa é dedicado a quem quer analisar ambientes e calcular espaços. Visualização em 3D, inserção de objetos, troca de móveis e substituição de detalhes na decoração também são possíveis na sua plataforma. 

PCon.planner

Já o PCon.planner é focado em modelagem 3D. Cria projetos completos de planta baixa, imagens realistas e todos os elementos da construção (paredes, painéis, portas e janelas). Inclusivamente, este é dos modelos gratuitos mais avançados e requer habilidades mais desenvolvidas na construção de projetos. 

Não é à toa que, usuários iniciantes podem sentir um pouco mais de dificuldade nas primeiras tentativas, mas é possível testar arquivos menos complexos até dominar as ferramentas.

Sweet Home 3D

O Sweet Home 3D é um dos mais populares e, assim como nos demais, através dele é possível realizar criações e ajustes nos ambientes. Catálogo extenso, tempo real para exibir resultados, produção de fotos e vídeos são algumas de suas principais características.

O tempo real significa que o arquiteto pode incluir portas, janelas, objetos, possibilidades de mobília e outros elementos – enquanto tudo isto é apresentado ao cliente. 

Vale a pena assinar um programa de arquitetura gratuito?

Como alertamos, estes podem ser considerados mais limitados quando comparados ao número de ferramentas disponíveis nas opções pagas, o que não significa uma perda no trabalho. São ótimas alternativas para auxiliar nas funções diárias de qualquer arquiteto. 

O que o profissional deve ter em mente é que nem sempre terá um programa substituto à altura de um sistema por assinatura. Agora, para criar princípios básicos, decorar ambientes e para noções de medidas, são soluções excelentes. 

Alternativas gratuitas de programas de arquitetura para funções específicas

Além dos modelos mais tradicionais e populares, existem alternativas de programas gratuitos que também podem corresponder às suas expectativas. Alguns são muito similares aos apresentados no tópico acima, outros são formas diferentes de colocar um projeto em prática: 

Conheça os programas de arquitetura pagos mais utilizados no mercado 

O objetivo do artigo é mostrar modelos gratuitos de programas e as suas principais funções. Porém, após algum tempo, o profissional pode decidir investir financeiramente num programa específico e isso vale uma análise ao que temos hoje no mercado. 

ArchiCad

O ArchiCad é direcionado principalmente para arquitetos que desejam criar e documentar obras mais complexas e também design de interiores. Com o programa, o profissional consegue trabalhar com as bases BIM e CAD – também por isso é considerada uma das ferramentas mais completas e possui interface intuitiva e similar ao concorrente, o Revit.

Revit

Como vimos acima, este pode ser considerado o principal substituto do ArchiCad, inclusive tem conquistado cada vez mais adeptos, principalmente, por possibilitar a criação de um projeto inteiro na própria ferramenta. Isto acontece porque o programa oferece protótipos comuns compilados de todas informações essenciais, como cálculos.

AutoCad

O AutoCad é com toda a certeza, um dos mais populares. Inicialmente criado para profissionais da engenharia industrial, o programa de modelagem 3D é hoje muito usado também na área das construções.

SketchUp

O SketchUp é visto como um dos melhores programas para arquitetura. É focado em modelagem 3D (como o AutoCad) e disponibiliza duas versões aos clientes: a gratuita, chamada Make, e a profissional, conhecida como PRO. Em ambas consegue atribuir cores, texturas, sombras, luzes e medidas.

V-Ray

O V-Ray é considerado um Plug in que possibilita modificações nas imagens geradas em outros programas de modelagem computacional em resultados mais realistas. Entre os modelos que podem receber essa integração estão o 3DSMAX e o SketchUp.

3DSMAX

Como o próprio nome antecipa, o 3DSMAX é um modelador 3D utilizado para design de projetos de arquitetura. Com resultados realistas, este permite a instalação de Plug in’s para melhorar e auxiliar a qualidade de seus processos – como o exemplo que citamos acima. 

Promob

É mais utilizado para ambientação virtual focado em interiores. Além do projeto, o arquiteto consegue realizar toda a documentação técnica também na sua plataforma. Flexível e de fácil entendimento, o Promob conta com ferramentas de contagem do ambiente em 3D, responsável por fornecer as dimensões dos móveis e os eixos de altura, largura e profundidade. 

Photoshop

Famoso dentro e fora da arquitetura, o Photoshop é tido como um aliado em apresentações. Na sua interface é possível importar processos criados em outros programas e torná-los mais artísticos e atrativos a partir da adição de camadas de pessoas, elementos urbanos e paisagens, por exemplo.

Dynamo

Diferente dos anteriores, o Dynamo na verdade é uma ferramenta de programação de código aberto que cria rotinas para auxiliar nas necessidades de um escritório de arquitetura. Inclusivamente oferece integração com a plataforma do Revit criando conexões com os seus projetos. 

Através de elementos gráficos, este torna possível manipular elementos com a programação visual e ainda auxilia na produtividade já que automatiza tarefas repetitivas e sequenciais, permitindo personalizar trabalhos similares rapidamente e promovendo uma economia no tempo gasto com cada cliente. 

NavisWorks

O NavisWorks é o espaço destinado aos profissionais para a junção e sincronização de todas as informações importantes de cada caso. Conta com ferramentas de integração, análise e comunicação que auxiliam nas atividades envolvidas em cada etapa de construção, apontando conflitos de resultados que possam existir. O modelo conversa com os programas Autodesk, Revit, Autocad, 3DS Max e Archicad.

DOit

Também indo numa direção diferente do objetivo da maioria dos programas listados, o DOit é mais para um sistema online desenvolvido para escritórios de arquitetura e interiores. A sua função é ajudar na administração da empresa e na sua rotina, desde o primeiro contato e prospeção do cliente até a finalização do projeto completo. 

Algumas das suas características são: sistema na nuvem, acesso remoto, suporte para os usuários, backup automático, gestão, controlo de atividades, follow up, folhas de cálculo com reporte financeiro e emissão de notas. 

ProjeTools 

O ProjeTools também é um programa criado para auxiliar no gerenciamento de todas as informações de projetos de arquitetura ou engenharia, realizando o controlo de todas as fases de um projeto. Entre as suas funcionalidades estão o cadastro de clientes, dados de obras, acompanhamento de protocolos, organização de prazos e requerimentos e mais protocolos.

Trackingtime 

O Trackingtime é um monitorizador e gestor de tempo para arquitetos. Através da sua plataforma, o profissional consegue medir a produtividade da sua equipa, o lucro dos projetos e agilizar a monitorização dos projetos. 

Conclusão

Utilizando programas de arquitetura – gratuitos ou pagos – nos seus projetos, o seu trabalho alcança maiores resultados e meios de chegar ao cliente através de uma apresentação bem executada. Não deixe de testar as plataformas e oferecer diferentes formações para a sua equipa, ambos os investimentos proporcionam resultados positivos perante a concorrência.

Blog Moss N Art
Artigos recentes
Receba novidades