+351 914 567 853
Já imaginaste um jardim natural sem manutenção?

Ao mesclar características de plantas vivas e artificiais, as árvores e plantas preservadas são ótimas soluções para ambientes internos, possibilitando a criação de um jardim natural sem manutenção.

A nova tendência para decoração de ambientes internos, diretamente ligado com ideias que empregam a natureza viva ou simulada em projetos residenciais e corporativos, está intimamente ligado com as denominadas árvores e plantas preservadas que representam uma mescla de características entre plantas vivas e artificiais.

Trata-se de produto diverso das plantas vivas, mas com naturalidade semelhante, pois sua textura e a beleza são praticamente idênticas, encantando aos olhos de qualquer admirador da biofilia, despertando curiosidade para aqueles que não possuem muita familiaridade com a vida verde.

Também não se confunde com produtos artificiais, porém possuem durabilidade e praticidade semelhante, além de não requerem cuidados redobrados para sua manutenção e limpeza, havendo baixo custo de manutenção, o que é um de seus atrativos principais.

É justamente diante das citadas características de naturalidade, textura, versatilidade, durabilidade e praticidade das plantas e árvores preservadas, muitas delas de origem tropical, é que tal produto vem sendo empregado para engajar a biofilia em ambientes internos.

Isso tudo decorre da alta tecnologia empregada no procedimento de preservação das plantas que, até então naturais, são submetidas à desidratação para serem secas totalmente e, por fim, recebem um tingimento leve de cores. Porém, tal processo não retira das plantas seus aspecto natural.

É, basicamente assim, que tais plantas naturais são estabilizadas, mantendo suas características originais como cor e textura por longos anos, não mais necessidade de rega, poda ou manutenção semanal, se aproximando nesse quesito dos produtos artificiais.

Tal técnica propicia que as plantas e arvores preservadas sejam utilizadas em formatos e tamanhos distintos, sendo inúmeras as possiblidades de manejo por arquitectos, designers de interiores ou mesmo por simples amantes da natureza viva ou simulada.

A versatilidade das árvores preservadas abrange espécies como palmeiras, avencas, e outras de origem tropical, podendo ser instaladas em vasos de diversos tamanhos e formados.

As plantas e musgos preservados também podem ser usadas em jardins verticais de diversos tamanhos ou mesmo em quadros decorativos a serem fixados nas paredes, a depender das características do projeto ou ambiente interior em que serão instaladas.

Uma ressalva: a única restrição para o uso das plantas e árvores preservadas está na impossibilidade de ficarem expostas diretamente à luz solar e chuva, motivo pelo qual são indicadas para ambientes interiores.

Já quanto à variação de temperatura, que muitas vezes prejudica a vida verde das plantas naturais, as árvores preservadas não sofrem qualquer tipo de interferência.

Assim, faça calor, faço frio, desde que em ambientes internos, o material preservado conserva suas características próprias por longos anos, não requerendo manutenção constante ou cuidados específicos.

Para melhor visualização das soluções verdes, precisamente envolvendo as plantas e árvores preservadas, naturais e artificias, a Moss n Art elaborou um quadro ilustrativo contendo as características e diferenças principais entre elas. Basta clicar aqui para acessar esse material explicativo.

Mesmo assim ficou na dúvida? Não se preocupe, contacte a Moss n Art que te ajudamos e indicamos os melhores produtos e soluções para seu espaço, pois somos profissionais especializados em fomentar a vida verde em qualquer ambiente.

Venha com a gente. Thinking green.

Blog Moss N Art
Artigos recentes
Receba novidades