+351 914 567 853
Marketing Verde

As posições assumidas em questões de sustentabilidade são ferramentas que contribuem para a reputação da imagem e avanço dos lucros com qualidade no mercado empresarial

As ações sustentáveis vão além do cuidado com o meio ambiente. Visam suprir as necessidades atuais sem comprometer o futuro das próximas gerações e carregam consigo a ideia de responsabilidade social, económica e cultural.

O marketing verde, também conhecido como marketing ambiental ou “ecomarketing”, é uma ferramenta que analisa as preferências dos clientes e consumidores, que adotam uma posição sustentável e que procuram produtos e serviços que reflitam os mesmos ideais.

Tal estratégia está intimamente ligada à postura adotada pelas Empresas e marcas, bem como aos modos de produção ou prestação da atividade empresarial, à luz do ecossistema sustentável.

Essa mudança no ramo do consumo fez com que marcas de renome, além de investirem em soluções pautadas pela sustentabilidade, divulgassem através do marketing verde a posição assumida quanto aos seus produtos e serviços, de maneira a atrair e responderem à exigência da consciência ecológica, social, económica e cultural imposta por parte considerável da clientela.

Assim, a responsabilidade sustentável deixou de ser apenas uma estratégia para melhorar a imagem e reputação das Empresas e marcas, passando a ser um fator determinante para a sobrevivência do negócio, já que os clientes se tornaram verdadeiros ativistas da sustentabilidade e consciência social.

Mas para garantir a qualidade das estratégias assumidas é necessário que o marketing verde esteja alicerçado em atitudes concretas, e não somente numa falácia verde de comunicação. Isto porque, mais importante do que divulgar informações, é imperioso que as questões sustentáveis estejam enraizadas na cultura empresarial através de condutas que reforçam o verde como característica do negócio.

Uma recente pesquisa aponta que 88% dos consumidores valorizam produtos, empresas e marcas sustentáveis, conforme resultado do recente estudo: “Portugal e França: Juntos na Transição Ecológica – A responsabilidade das empresas em tempo de Covid”, desenvolvido pelos Conselheiros do Comércio Externo de França em Portugal, em parceria com o BNP Paribas Personal Finance.

Para conhecer algumas soluções verdes relativas ao ramo empresarial, convidamo-lo a que veja um pouco sobre a arquitetura biofílica para Empresas e design com musgos preservados.

Surgimento do marketing verde

De forma contida, a consciência ecológica dos consumidores surgiu nos EUA e na Europa em meados de 1960. Somente durante a década de 1990, com os avanços tecnológicos e a rapidez na propagação de informações via internet, é que os seus impactos foram sentidos.

Os princípios e vertentes do marketing verde

Hoje em dia o tema é abrangente, já que engloba não só a questão ambiental, mas também abraça o ramo económico, social e cultural.

Tanto é que hoje fala-se nos seguintes princípios ou vetores do marketing verde:

i) Ecologicamente correto
ii) Economicamente viável
iii) Socialmente justo
iv) Culturalmente aceite

Além disso, a estratégia verde da Empresa ou marca deve respeitar algumas regras:

  • Dos “3 Erres”: Reduzir, Reutilizar e Reciclar;
  • Dos “4 Esses”: Sustentabilidade; Segurança, Satisfação e Social Acceptance (aceitação social)

Veja como inserir a estratégia do marketing verde no seu negócio

A adoção do marketing verde necessita da transformação interna e cultural dos gestores e colaboradores das Empresas, para que a atividade empresarial possa ser desenvolvida com menor (ou nenhum) dano contra o meio ambiente e com responsabilidade social.

Para isso é necessário mapear em quais setores as atividades praticadas estão a impactar o ambiente, além de fomentar uma alteração do mindset dos gestores da Empresa para que adotem tal filosofia como a nova cultura do negócio.

Veja aqui algumas dicas simples e práticas de marketing verde que podem ser adotadas por Empresas de pequeno, médio e grande porte:

  • Adotar embalagens recicláveis;
  • Reduzir o consumo de água no processo de produção e prestação de serviço; 
  • Aumentar a durabilidade dos produtos;
  • Colaborar com programas de redução de poluição;
  • Trocar atividades poluentes por alternativas ecofriendly.

Os benefícios do marketing verde

Além de atrair os consumidores com a mesma consciência sustentável, muitos outros clientes podem optar pelos produtos ecofriendly por se tratar de uma tendência mundial, em grande crescimento no mercado de consumo.

E há mais. As Empresas que adotam o marketing verde são vistas como diferenciadas no mercado, destacando-se das concorrentes do setor, o que gera maior credibilidade e valor para a marca, além de atrair a simpatia da opinião geral.

Ainda, ao depararem-se com produtos que não tiveram testagem animal ou cuja procedência não foi decorrente de mão-de-obra infantil ou escrava, boa parte dos consumidores preferem mesmo pagar um preço mais elevado, justamente diante da consciência sustentável adotada pela Empresa ou marca.

Agora que já falámos um pouco sobre o marketing verde, convidamo-lo para aceder às soluções verdes e de design biofílico desenvolvidos por uma equipa especializada da Moss n Art. Venha conosco. Thinking Green. 

Blog Moss N Art
Artigos recentes
Receba novidades