+351 914 567 853
  • Início
  • Blog
  • Sem categoria
  • Produtividade para arquitectos: 5 dicas sobre como produzir mais e melhor gerir os seus projectos

Produtividade para arquitectos: 5 dicas sobre como produzir mais e melhor gerir os seus projectos

Como fazer um moodboardComo fazer um moodboard
Veja também
Como criar um moodboard para projetos de arquitetura

Entre distracções, problemas a resolver e vida pessoal, bem como qualquer outra
profissão, a rotina do arquitecto e profissional de design de interiores pode acabar por
não ser tão produtiva. Isto dificulta a comunicação com clientes, fornecedores,
prestadores de serviços e, como consequência, a entrega de projectos.

Melhorar a eficiência, o fluxo de actividades e a execução de projectos mais rapidamente
parece ser o cenário ideal para arquitectos, mas alguns recursos, formas de organização
e planeamento podem tornar a forma de trabalhar mais inteligente e, acima de tudo,
eficiente.

É um desafio manter um dia, uma semana ou um mês com elevado desempenho, mas
não é impossível! Algumas dicas podem mostrar o caminho sobre como ceder mais no
trabalho e gerir melhor os projectos – e aqui listamos algumas delas!

produtividade para arquitetos

Vantagens em termos de produtividade para arquitectos

Pode ser óbvio que executar trabalhos com maior produtividade traz muitas vantagens
para muitas profissões diferentes, mas no caso de arquitectos e profissionais que
trabalham com entrega de projectos e prazos muito bem definidos, as vantagens de ter
produtividade e rendimento no trabalho têm outro alcance, como por exemplo:

  • Melhor comunicação com os fornecedores de material para compreender o calendário das obras;
  • Organização com fornecedores de serviços, com datas mais certas, facilitando o controlo dos horários de trabalho e da duração do serviço;
  • Evitar problemas com atrasos na entrega das obras e projectos;
  • Minimizar o trabalho desnecessário;

Dicas práticas para ser mais produtivo 

Agora que as vantagens são claras e objectivas, é tempo de as pôr em prática e aumentar o desempenho no trabalho de arquitectura ou projectos de design de interiores. Estas dicas envolvem uma gestão mais precisa do tempo de trabalho, organização de entregas e marcações, planeamento, conhecimento dos recursos com os quais trabalhar, entre outros.

1. Controlo do tempo 

O número um desta lista é o controlo do tempo e isso não é de admirar – o tempo é tudo! Controlar o seu tempo de trabalho é certamente uma parte essencial para ser mais produtivo. 

Escolha as horas de trabalho que mais lhe interessam, quer seja a entrada mais cedo e a saída mais cedo, ou a entrada mais tarde e o fim da noite – o que importa é o período de maior produtividade, bem como a carga de trabalho. Hoje sabemos que longas horas de trabalho não significam mais trabalho feito, por isso faça pausas e intervalos para almoço.

Organize o seu tempo, reveja a necessidade de várias reuniões, optimize as chamadas de trabalho e o tempo gasto na troca de mensagens, além de compreender quanto tempo é gasto em cada tarefa – isto pode ajudar a organizar a semana e a rotina. 

Lembre-se de que o vilão da produtividade é o telemóvel e as redes sociais, por isso esteja atento ao tempo perdido!

2. Organização do projecto e do prazo 

Os arquitectos e profissionais de design de interiores lidam directamente com os clientes, o que pode ser um desafio, mas é importante ter as exigências dos clientes bem definidas, bem como as expectativas e prazos de entrega dos projectos.

Desta forma, o profissional pode alinhar os muitos projectos diferentes que está a liderar e dar prioridade a cada um deles. A prioridade é o melhor amigo da produtividade, uma vez que com ela se compreende o que é importante e se resolve os problemas de uma forma mais ágil. 

Além disso, escrever os projectos e prazos, mesmo que numa folha de papel ou numa agenda, pode facilitar a tarefa, para que nenhuma data seja esquecida ou posta de lado. 

3. Planeamento do trabalho 

Uma vez que este planeamento esteja pronto, é possível contactar rapidamente fornecedores e prestadores de serviços para que possam também planear a realização do trabalho ou projecto. 

4. Conhecimento dos recursos de trabalho

É importante ter pleno conhecimento dos seus recursos de trabalho – quer sejam práticos, como utilizar as ferramentas disponíveis no local, ou ter bom equipamento, como um computador rápido – ou ter em mãos tudo o que é necessário para criar um projecto em papel. 

Outros factores podem também ser entendidos como recursos, tais como o conhecimento dos materiais do estaleiro, betão, aço, tecidos e vidro que podem estar envolvidos no trabalho e, portanto, o tempo de instalação que envolvem. 

5. Utilização da tecnologia 

Contar com a tecnologia como aliada pode ajudar em vários aspectos e acelerar o processo. Desde a automatização de emails, até à confiança em folhas de cálculo Excel para organizar horários e preços.

Se enviar alguns e-mails com frequência, crie modelos para acelerar o processo de comunicação. Tenha uma folha de cálculo Excel para escrever as despesas do projecto, bem como outra folha de cálculo para ter uma visão rápida das datas de entrega, prazos de entrega dos fornecedores e materiais. 

A utilização de outras tecnologias, tais como aplicações de lembrete, agendas em linha e sistemas de gestão como o Trello, pode também facilitar o trabalho. 

produtividade para arquitetos

Conclusão 

Com este artigo, não só as dicas se tornam mais concretas e fáceis de pôr em prática diariamente, como as vantagens de ser mais produtivo no trabalho como arquitecto ou designer de interiores se tornam claras. Organiza-te e põe-te a trabalhar!

Blog Moss N Art
Artigos recentes
Receba novidades